• início
  • blog
  • Bolsas de Estudo
  • Estudar em Georgetown | Bolsistas contam sobre a experiência no GCLP 2022 e os projetos que desenvolveram

Estudar em Georgetown | Bolsistas contam sobre a experiência no GCLP 2022 e os projetos que desenvolveram

De janeiro a março de 2022, seis bolsistas participaram do Global Competitiveness Leadership Program (GCLP), pós-graduação oferecida pela Georgetown University (Washington D.C.) que busca fortalecer as capacidades de jovens líderes ibero-americanos. 

Estudar em Georgetown | Bolsistas contam sobre a experiência no GCLP 2022 e os projetos que desenvolveram

Durante 10 semanas, os participantes do programa trabalham no planejamento de projetos de própria autoria que estejam em fase inicial ou que são criados durante o GCLP e implementados em seus países de origem tão logo retornem, visando desenvolver a América Latina em todas as suas potencialidades. Conheça os projetos desenvolvidos por Gabriel, Giuseppe, Marcela, Marcelo, Rafael e Vinícius e confira suas impressões sobre o programa GCLP:

 

Gabriel Azevedo

Vereador da Câmara Municipal de Belo Horizonte - Minas Gerais

O programa foi uma experiência incrível principalmente por parte do conhecimento adquirido e da integração com outros agentes da América Latina. Acredito que os principais benefícios foram uma convivência sensacional durante um período considerável de tempo em Washington com outras pessoas que pensam diferente, mas que querem contribuir muito com o crescimento e o desenvolvimento em nosso continente.

Enquanto vereador, é sempre um prazer conhecer o funcionamento de outro centro urbano no planeta. Ainda, eu acho que os pontos altos dessa experiência como um todo foi somar, ao que eu entendo, o que dever ser um projeto fundamental para o Brasil, que é o desenvolvimento da democracia. O meu projeto se baseia basicamente em preparar agentes democráticos, ou seja, pessoas interessadas em fomentar a democracia no Brasil. E essas pessoas vão criar pontos de confluência democrática para ampliar essa aprendizagem na sociedade, afinal de contas não há democracia sem democratas.

O projeto a meu ver ganhou corpo, ganhou uma análise criteriosa dos professoras, das pessoas que participaram; tanto que de 36 iniciativas a minha foi uma das 10 escolhidas como destaque ao final do projeto, e ela já está em prática: nós temos dois sites no ar, o https://www.democracia.org.br/ e o https://agentedemocratico.org/, já estamos com uma turma de 100 pessoas em todo o Brasil sendo formadas como agentes democráticos, para que elas passem a abrir casas de democracia em todo o Brasil. A meta é a gente aumentar indicadores nos três principais índices que medem a democracia no planeta: o vende, o freedom report e o democracy index. O nosso objetivo é fazer do Brasil uma democracia plena.

Acho que outras pessoas que queiram participar desse programa ou outros bolsistas deveriam se concentrar sobretudo na integração com outros participantes. A gente aprende muito ao conviver com a América Latina... eu acho que é muito interessante notar que o Brasil, os brasileiros eles têm, como se diz um "florão da América" pouca integração com as outras nações Latinas e uma convivência interessante num curso como esse pode aumentar os nossos laços e a nossa compreensão de outras nações. Curiosos é que acontece nos EUA mas a integração mesmo se dá com outros latinos.

É isso, e eu acredito que a experiência somou muito na minha vida, na minha trajetória política. A competitividade global é um conceito amplo, mas que pode ter um profundo impacto local.

 

Giuseppe Riesgo

Deputado Estadual, Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

Eu sou um empreendedor e, atualmente, possuo também um mandato parlamentar no Estado do Rio Grande do Sul. Logo, os aspectos envoltos à liderança são fundamentais em ambas as atuações. As relações humanas perpassam os mercados e a política. Consequentemente, afetam diretamente a minha atuação nos dois segmentos (empreendedorismo e política). Nesse sentido, a formação teórica e a experiência presencial propiciada foram ímpares para a minha atuação profissional e política.

A universidade possui um ambiente acadêmico e de conhecimento único. Sua estrutura e disposição física premia a produção científica e facilita sua evolução. A produção de conhecimento e a disposição do conteúdo proposto, alinha-se bem aos objetivos do curso e à formação pretendida.

A capital é uma experiência à parte. A cultura e os valores históricos se salientam e complementam a formação acadêmica disposta. Em síntese, há uma simbiose incrível entre a experiência acadêmica e a experiência sociocultural propiciada em Washington/D.C.

Procurei produzir um projeto alinhado com a minha condição de parlamentar. Tenho a honra de representar uma parcela significativa da população do meu estado. Me parecia lógico aproveitar o GCLP para qualificar minha atuação e sugerir soluções políticas ao nosso país, essencialmente, na esfera tributária.

O Brasil possui um sistema tributário absolutamente regressivo. Logo, temos um sistema perverso justamente com os mais pobres –, a quem o Estado deveria auxiliar, não onerar. Logo, analisei os aspectos envoltos à instituição de um Imposto Sobre Valor Agregado (IVA) em substituição a atual e complexa teia tributária vivenciada no país. O intuito é evidenciar a simplificação, a transparência e a progressividade de um imposto direto sobre o valor agregado na cadeia produtiva do país.

Logo, lato sensu, o objetivo fora de propor uma discussão sobre o atual modelo federativo, a repartição dos seus recursos, de suas competências e a complexidade gerada para financiar a federação brasileira, nos dias de hoje. Temas que, por sinal, tenho pautado politicamente na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Marcela Trópia

Vereadora da Câmara Municipal de Belo Horizonte - Minas Gerais

Durante a experiência do GCLP, aprendi diferentes conteúdos sobre liderança, design, negócios, soft skills. Com as aulas, pude me aprofundar nos desafios dos outros países latino-americanos, cujos representantes estavam comigo na turma e também perceber o que o Brasil tem de melhor comparado a esses cenários, tanto da América Latina, quanto dos Estados Unidos.

Inspirada pelo meu trabalho como vereadora em Belo Horizonte, desenvolvi um projeto para combater a evasão escolar com um olhar de engajamento social e também de tecnologia. O objetivo era modelar essa plataforma em que, pais de alunos que abandonaram a sala de aula poderiam inscrevê-los e professores, especialistas ou cidadãos comuns poderiam se voluntariar para interagir com esse jovem e evitar que ele abandonasse seus estudos.

Estudar e viver por 40 dias em Washington DC foi algo completamente mágico. A cidade respira política, o ambiente inspira poder e caminhar pelas ruas, conhecer os museus e frequentar a universidade de Georgetown são certamente um poço de boas histórias. Conviver com pessoas de diferentes culturas também foi muito divertido e, se eu puder dar uma dica, aprenda espanhol no ano anterior, isso incrementou demais minhas trocas com aqueles que não eram do Brasil.

 

Marcelo Bernardino

Líder de Instrução na Trybe - Minas Gerais

O GCL foi um programa que me fez ter uma nova visão sobre os desafios do Brasil. Conviver com colegas de toda a América Latina e discutir diariamente sobre economia, política, educação e outras temáticas me fez repensar sobre os caminhos que nós podemos adotar para tornar o Brasil um país mais próspero. A Universidade de Georgetown é brilhante. Possui uma infraestrutura impecável e tivemos aulas com professores que nos inspiraram e palestras com representantes de organizações fundamentais para o desenvolvimento da América Latina, como Banco Mundial e BID.

Meu projeto visa gerar oportunidades para as pessoas na América Latina. A Trybe, startup de educação brasileira, fornece cursos na área de profissões digitais no qual as pessoas estudantes podem adotar o nosso Modelo de Sucesso Compartilhado. Nesta opção, a pessoa pagará a Trybe somente se conseguir um trabalho na área de tecnologia e seu salário deve ser aproximadamente três salários-mínimos. Fiquei muito feliz deste projeto ter sido reconhecido pelo GCL e ouvir feedbacks positivos da universidade.

Washington D.C é uma cidade espetacular, muito bonita, com museus, parques e restaurantes muito bons. Morar na cidade foi um dos diferenciais do curso. Até porque aproveitamos esta oportunidade para fazer visitas técnicas, como ir à Embaixada brasileira. Por fim, conviver com colegas e organizar festas e jantares com a turma tornou a experiência memorável. Toda semana havia uma festa colombiana, mexicana, uruguaia... sempre com comidas e bebidas típicas. O sentimento que fica é de agradecimento ao Instituto Ling pela bolsa, aos colegas pelo aprendizado e um sentimento de dever de retribuir para o Brasil a partir do que aprendi.

 

Rafael Dal Molin

Diretor Financeiro no Instituto Mises Brasil – São Paulo

Participar do Global Competitiveness Program da Georgetown University foi a realização de um sonho para mim. Além das aulas e da experiência maravilhosa de estudar em um dos campus universitários mais bonitos dos Estados Unidos, tive a oportunidade de me conectar com uma fantástica rede de participantes, criando laços de amizade e admiração em vários países da América Latina. Esse networking proporciona, além de um sentimento de pertencimento na região, uma vasta gama de oportunidades para desenvolvimento pessoal e profissional.

A cidade de Washington D.C se tornou rapidamente a minha favorita nos Estados Unidos. Uma cidade que comporta ao mesmo tempo turistas e moradores do centro político do país, todos vivendo de forma muito organizada, com um dos melhores sistemas de transporte público do mundo e muita segurança nas ruas. Um contraste muito grande com as principais capitais brasileiras, com um sistema de transporte público caótico e muita criminalidade.

O ponto alto da Georgetown University é certamente o seu campus, por ser uma das universidades mais antigas dos Estados Unidos ela possui construções clássicas que permanecem muito bem conservadas até o dia de hoje. Meu local preferido na universidade sem dúvidas é a Riggs Library, uma biblioteca com mais de 100 anos de idade que parece que saiu diretamente do cenário de um filme.

O projeto que desenvolvi durante o curso foi a criação de um novo Instituto voltado para a atuação na área jurídica no Brasil, com o objetivo de litigar casos no STF e defender valores e princípios liberais no país. Morar esse tempo em Washington D.C foi crucial para o meu projeto, pois tenho como inspiração o Institute for Justice, um conhecido instituto americano com sede muito próxima a Georgetown University.

 

Vinicius Albano

Associado de Eventos no Students For Liberty Brasil e Fundador da Luce Startups – São Paulo

Participar do GCL foi uma experiência muito enriquecedora! Lá tive oportunidade de conhecer e ficar amigo de dezenas de jovens líderes que estão mudando a América Latina para melhor, cada um em sua área. Vi ótimos projetos amadurecendo na área política, empresarial e social e estou ansioso para saber dos resultados, em breve.

A Georgetown University é uma universidade incrível, com uma infraestrutura de ponta e profissionais muito capacitados e acolhedores. Os organizadores do programa se preocuparam não só de oferecer boas aulas, mas de ampliar nossa rede de contatos, através de mentores para os nossos projetos e visitas a instituições parceiras. Para nós brasileiros, foi especialmente importante nos aproximarmos da comunidade de brasileiros em Washington D.C., que nos abriu algumas portas e deu várias dicas do que fazer na cidade.

Levei como projeto a Luce Startups, a primeira aceleradora focada em economia criativa do Brasil. Em Georgetown pude desenvolver melhor as ideias e entender meu público-alvo, além de ter embasamento para apresentar o projeto para mentores e investidores. Hoje estamos começando nosso primeiro programa de aceleração, para projetos de educação e entretenimento. Ter participado do programa foi fundamental para o avanço do projeto.

Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.
Bolsistas GCLP em Washington D.C.