INSTITUTO LING: HÁ 27 ANOS SEMEANDO CONHECIMENTO

Em 11 de agosto de 2022 o Instituto Ling celebra 27 anos de um trabalho voltado a proporcionar educação de excelência para brasileiros e brasileiras dentro e fora do país. A entidade sem fins lucrativos, voltada para a transformação da sociedade através da educação, da saúde e da cultura, tem entre as suas principais iniciativas um programa de bolsas de estudo. Conheça um pouco mais sobre a trajetória deste projeto que afeta a vida de muitas pessoas, suas famílias e ajuda a mudar o Brasil.

INSTITUTO LING: HÁ 27 ANOS SEMEANDO CONHECIMENTO
Foto: Glauco Arnt

O INÍCIO

Tudo começou em 1995, quando a família Ling, motivada pelo sentimento de gratidão à comunidade, decidiu incentivar a formação de lideranças em nosso país. Com o objetivo de semear valores como integridade, liberdade, meritocracia, respeito individual e a busca pela excelência, foi criado o programa de bolsas de estudos. A iniciativa não apenas promove a educação, mas possibilita o desenvolvimento pessoal de indivíduos, alavanca o empreendedorismo, a gestão eficiente e a inovação. A ação também visa inspirar outras pessoas a criarem projetos semelhantes, sendo agentes de transformação da sociedade.

 

PRINCÍPIO DA RECIPROCIDADE

As sólidas raízes que dão vida ao Instituto Ling têm origem ainda na China, onde nasceram Sheun Ming Ling e sua esposa Lydia Wong Ling. Influenciados pelo confucionismo, o casal sempre prezou pelos valores da educação e da reciprocidade. Com isso em mente, decidiram retribuir ao Brasil, país que os recebeu no início dos anos 1950 e que proporcionou a eles um bom ambiente para criar uma família, fundar suas empresas e prosperar pessoal e financeiramente.

Assim foi criado o primeiro programa de concessão de bolsas de estudo para pós-graduação em importantes universidades dos Estados Unidos e Europa. Conforme os anos passaram, outras iniciativas surgiram, como a construção do centro cultural do Instituto Ling, inaugurado em 2014 e, dois anos depois, o apoio a importantes projetos na área da saúde, como o centro de oncologia no Hospital Moinhos de Vento e a construção de novo prédio no complexo hospitalar da Santa Casa de Misericórdia, todos na capital gaúcha.

Dentro do mesmo princípio de reciprocidade, profissionais beneficiados pelas bolsas de estudo são convidados a contribuir posteriormente, ajudando outras pessoas a terem a mesma oportunidade de aprendizado e desenvolvimento pessoal.

 

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO

Em 27 anos de atuação, o Instituto Ling tem muito a comemorar. Mais de 400 bolsas de estudos foram concedidas para cursos de mestrado e pós-graduação nas melhores escolas dos Estados Unidos e Europa, totalizando US$ 8,7 milhões investidos desde 1995.

São administradores, advogados, jornalistas, engenheiros, empreendedores e políticos que têm posição de destaque em suas áreas. Entre as instituições de estudo que recebem esses jovens talentos estão as importantes universidades de Harvard, Stanford, Columbia, Georgetown e o Massachusetts Institute of Technology.

Para os gestores do programa, a oportunidade de estudar no exterior vai muito além do aprendizado em si. A vivência em outro país, a troca de ideias e a convivência com pessoas de diferentes nacionalidades dão ao indivíduo uma visão muito mais ampla de mundo. Essa experiência, com seu poderoso networking, é um dos mais valorizados pilares da iniciativa. A seleção dos nomes é feita previamente pelas próprias universidades, uma vez que somente podem se inscrever para bolsas candidatos já aceitos para os mestrados. A partir daí, em um processo seletivo objetivo e que inclui entrevista com bolsistas de anos anteriores e atividade presencial, são escolhidos os profissionais que demonstrem potencial para ajudar a moldar a sociedade brasileira do futuro.

Todo esse esforço vem da certeza de que a educação é a principal força propulsora de mudanças em qualquer sociedade. É através dela que o cidadão tem mais oportunidades e toma melhores decisões. A educação transforma indivíduos, suas famílias e toda a sociedade ao seu redor. Além dos cursos no exterior, parcerias como o Programa Voar, ajudaram mais de 400 jovens, que foram beneficiados com bolsas de estudo em território brasileiro.

 

SOBRE AS BOLSAS DE ESTUDO

O primeiro programa criado foi o Start MBA e tinha como objetivo proporcionar a formação de bons gestores, por isso os primeiros escolhidos eram nomes que se destacavam na área de administração, finanças e empreendedorismo. No primeiro ano, três bolsistas foram cursar MBA (Master in Business Administration) nos Estados Unidos. No ano seguinte, o número mais do que dobrou e hoje centenas de brasileiros já tiveram a oportunidade estudar no exterior graças ao Instituto Ling.

Em 2004 ganhou forma o Programa LLM Instituto Ling / Gouvêa Vieira, que beneficia mestrandos em Direito em universidades de primeira linha nos Estados Unidos e na Europa.  Anos depois, através de uma demanda dos próprios candidatos, os MPAs (Master in Public Administration) também entraram no programa Start, beneficiando importantes líderes que atuam até hoje na esfera pública brasileira.

Em 2010 foi criado o Jornalista de Visão, que beneficia profissionais da imprensa com bolsas de mestrado e especialização. Para tanto, os principais veículos de comunicação do país são convidados a indicar profissionais que se destacam em suas áreas, inclusive com perfil de liderança.  

Existe ainda o Competitiveness Leadership Program (GCLP), oferecido pela Georgetown University, de Washington, nos Estados Unidos. Ele tem por objetivo criar novas lideranças ibero-americanas e promover a competitividade e o progresso. Com duração aproximada de dez semanas, o curso proporciona uma vivência muito intensa entre jovens líderes da América Latina.

Como forma de colocar em prática o princípio da reciprocidade, além de estimular a troca de ideias, o networking e a cooperação entre jovens líderes, os bolsistas contam ainda com o Fellows Ling, uma mentoria informal entre os bolsistas: veteranos de anos anteriores se habilitam a guiar os que estão iniciando seus estudos de pós-graduação.

 

BOLSAS DE ESTUDO DENTRO DO BRASIL

Impulsionar a educação de qualidade dentro do Brasil também é prioridade. Através de uma parceria do Instituto Ling com a ONG Primeira Chance, surgiu o Programa Voar, iniciativa de um ex-bolsista de MBA. O empresário Cassius Leal, imbuído pelo princípio da reciprocidade, foi cofundador desse projeto que dá bolsas de estudo a alunos da rede pública de excelente desempenho acadêmico e em situação de vulnerabilidade social.

Em outra frente, filhos de funcionários das empresas do grupo Évora, de propriedade da família Ling, são beneficiados com bolsas de estudo. É uma maneira de retribuir a dedicação de seus colaboradores e também promover mudança e cultivar novas lideranças através da educação. Outra aliança firmada permite que alunos do Colégio Militar de Porto Alegre, com perfil de liderança e necessidade financeira, recebam bolsas de estudo. Eles podem contar com aconselhamento de carreira, antes e depois do ingresso na universidade e, no caso dos estudantes de engenharia, há um convênio que os permite estudar durante um semestre no Illinois Institute of Technology, em Chicago, nos Estados Unidos.

 

PRESENTE E FUTURO

Mesmo nos momentos mais críticos da pandemia do coronavírus, não houve interrupção dos principais programas de bolsas de estudo. O que mudou foram os processos seletivos, que se tornaram virtuais. Agora, com a vida voltando à normalidade, os candidatos às bolsas vêm a Porto Alegre para o processo de seleção, que é realizado no centro cultural do Instituto Ling. Esse contato humano e o networking são importantes e fazem parte do DNA destes programas. Além da educação, as trocas e a convivencia harmônica em sociedade são encorajadas.

Em um cenário onde a mudança é constante, o Instituto Ling está sempre olhando para o futuro, procurando evoluir e se desenvolver. Há o desejo de ampliar as opções de bolsas de estudo, focando em áreas de pesquisa relevantes para o Brasil. O trabalho não para, seguindo os ensinamentos de mestres como Confúcio: “Se não sabes, aprende; se já sabes, ensina”.

11.08.2022