Louis Armstrong: a personificação do Jazz Foto: Divulgação

Louis Armstrong: a personificação do Jazz

É impossível pensar em jazz sem lembrar da voz inconfundível do grande Louis Armstrong! Um dos pioneiros do estilo e responsáveis pela sua popularização, Pops, como também era chamado, foi trompetista e cantor, e atravessou as mudanças dos estilos musicais dos anos 20 até o começo dos anos 70, marcando para sempre a história da música com sua voz rasgada, sorriso largo e virtuosismo no trompete.

 

VIDA E OBRA

Louis Armstrong foi eternizado na música por seu pioneirismo no jazz, sendo o primeiro solista de trompete e dono de uma voz de barítono incomparável que lhe alçou nas paradas de sucesso da música popular norte-americana e internacional. Lembrado sempre pelo seu sorriso e pela energia que emanava em suas performances no palco, Armstrong é um dos nomes mais importantes da música do século XX.

Armstrong nasceu em Nova Orleans, no estado de Louisiana, em 4 de agosto de 1901. Abandonado pelo pai ainda criança, Louis foi criado sozinho pela mãe, Mayann, que enfrentava sérias dificuldades financeiras para manter a casa sozinha, tendo de trabalhar como prostituta para garantir o mínimo para ela e os filhos. Desta forma, Louis estudou apenas até a quinta série, quando começou a trabalhar ainda muito jovem. Em um de seus primeiros trabalhos, juntou dinheiro para a sua primeira corneta, dando assim seu primeiro passo para o mundo da música.

Aos 11 anos de idade foi preso por disparar com uma arma para o alto, em comemoração ao Ano Novo de 1912. Encaminhado para um reformatório, Louis aprendeu a tocar corneta e teve a oportunidade de desenvolver seus dons musicais, logo tornando-se o líder da banda da escola. A vivência musical de Louis nesta época, fez com que ele decidisse seguir a carreira de músico profissional, tendo como mentor Joe King Oliver, que era considerado um dos melhores cornetistas da cidade e o convidou para tocar em sua banda em Chicago. Nos primeiros anos da década de 20, Louis gravou alguns álbuns com Oliver, em um dueto de cornetas. Depois disso, mudou-se para Nova York e se juntou à orquestra do pianista Fletcher Henderson, mas a parceria não durou muito tempo e Louis retornou para Chicago, passando a integrar o grupo Dreamland Syncopators, que marca sua troca de instrumento, deixando a corneta e assumindo o trompete.

 

Foto: Louis Armstrong com trompete.

 

Os anos seguintes foram de grande destaque na carreira de Armstrong. Ele coordenou diversas gravações em estúdio, com os grupos Hot Five e Hot Sevens, e os discos gravados nessa época são considerados até hoje os mais influentes de Louis para o jazz. Com solos improvisados e vocais expressivos com a inovação do scat, Armstrong atingiu grande popularidade, levando o músico a sua primeira de muitas turnês internacionais. Seguindo nesta crescente, na década de 30 e com a popularização do rádio, Armstrong chegou para todos os ouvintes e fez diversas aparições nos cinemas em filmes musicais. No final dos anos 40 e com o fim da era das big bands, Louis passou a liderar um grupo pequeno chamado Louis Armstrong and His All Stars, com quem gravou sucessos da música pop e se lançou em turnê Europa. O Louis Armstrong and His All Stars teve diversas formações, mas foi o principal grupo de Louis até o final de sua vida.

Armstrong também teve um papel importante na luta pelos direitos civis da população negra norte-americana, sendo ele uma celebridade negra em tempos de forte racismo nos Estados Unidos. Em 1957, se posicionou publicamente em oposição ao governo e ao modo como este atuou no conhecido caso da escola Little Rock Central High School, que envolvia a integração de 9 estudantes negros.

Aos 63 anos Armstrong recebeu seu primeiro Grammy na categoria de Melhor Desempenho Vocal Masculino, pela música Hello, Dolly!, que atingiu o primeiro lugar nas paradas de sucesso. Poucos anos depois, lançou a canção What a Wonderful World, ganhando o mundo com sua interpretação carregada de emoção.

 

 

CURIOSIDADES

Você sabia que em 1968, Louis gravou um álbum com sua versão de 10 músicas de filmes dos Estúdios Disney? Entre elas estão os clássicos Chim Chim Cher-re, de Mary Poppins (1964), Bibbidi-bobbidi-boo, de Cinderela (1950). Disponível no  Spotify, YouTube Music, Tidal e Deezer.

Além de trompetista e cantor, Louis Armstrong foi ator de cinema! Participou de cerca de 20 filmes e só não pode explorar mais sua aptidão para atuação, devido ao racismo da época,  que utilizava do talento de músicos negros e depois editava os filmes tirando a sua participação. Conheça a filmografia de Armstrong aqui!

Confira uma das últimas aparições de Armstrong no cinema! Ao lado de Barbra Streisand ele interpretou a canção Hello, Dolly!. A mesma música que lhe rendeu o Prêmio Grammy de Melhor Performance Vocal Masculina em 1964 e deu nome ao filme lançado em 1969. Assista aqui!  O filme completo está disponível na plataforma Disney Plus!

A música What a Wonderful World já era sucesso no Reino Unido em 1968, mas só estourou nos Estados após ser utilizada no filme Bom dia, Vietnã (1987), estrelado por Robin Williams. Confira a cena, aqui!

 

PRÊMIOS

1964 - Prêmio Grammy de Melhor Performance Vocal Masculina por Hello, Dolly!

1972 - Prêmio Grammy pelo conjunto de sua obra.

 

DICAS DO LING

Que tal visitar o acervo do Louis Armstrong House Museum sem sair de casa? Você pode conferir a exibição virtual dedicada ao artista e outras coleções do museu, disponíveis aqui.

A parceria musical entre Ella Fitzgerald e Louis é sem dúvida um dos encontros de vozes mais belíssimos da música norte-americana! Juntos gravaram diversos sucessos que podem ser ouvidos na coletânea The Complete Ella and Louis On Verve, lançada em 1997. Escute no Spotify, YouTube Music, Deezer ou Tidal.

Confira a playlist especial que preparamos para você entrar no clima musical da lenda do jazz, Louis Armstrong! Disponível no Spotify do Instituto Ling. Clique aqui!

 

REFERÊNCIAS

Louis Armstrong House Museum. Biography. Disponível aqui.

Site All Music. Artigo Louis Armstrong: biografia, escrito por William Ruhlmann. Disponível aqui.

Site Grammy Awards. Artist: Louis Armstrong. Disponível aqui.